terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Dois pesos, duas medidas

- Você me olhava diferente antes.
- Diferente como?
- Você olhava pra mim. Essa é a diferença.
- Ah, você é muito dramática.
- Você está fria.
- Aprendi a ser prática, só isso. Não tenho paciência pra melodramas. Deve ser por isso que nunca assisti novelas mexicanas.
- Você não tem mais pudor. Olha com desejo pra outras mulheres na minha frente.
- Meu amor, entenda... somos seis bilhões de pessoas no mundo, eu posso sair com muitas delas, mas com quem eu passo todas as noites?
- Com você mesma. Com sua solidão acompanhada. Com seu autismo compartilhado. Cansei de falar sozinha. Vamos fazer uma coisa: você não precisa mais passar todas as noites comigo. Passe só metade delas. As outras eu pretendo passar com a minha terapeuta que me dá mais atenção do que você.
- É evidente! Você paga pela atenção dela. E a mim você só cobra.

*****

Edu Guimarães e eu criamos um blog conjunto para que tenhamos liberdade de destroçar, "destruir" e bagunçar a idéia do outro. A proposta é um começar um texto e o outro ir em frente. Vamos ver no que dá, por enquanto está Um a Um.

*****

O Vicente me indicou para dois selos (obrigada, meu querido!) - Blog Parada Obrigatória e Esse blog é show de bola - e agora eu preciso indicar mais alguns detentores de tais títulos.
E Johny Farias me indicou ao selo Eu tenho um blog de elite. Vamos aos indicados aos selos:

Drapetomania, da Fê Probst, indicada aos três selos;
Estalar os dedos, da Morganna, também aos três;
Cena 7, da Lucia, aos dois primeiros;
Bloco de Notas, dele mesmo, aos três; e
Sanctuarium, do Edu, também aos três.

Tentei não repetir os selos que já tenham...

13 comentários:

Proibida disse...

Sei... rsrsrs Ao menos a certeza do talento sobra! hehehehe

Mila disse...

É como uma relação com as putas.
Só demostram enorme prazer e fazem de tudo porque são pagas para isso.
rs
Muito bom!

Johny Farias disse...

Terapeuta é ótimo
rsrs


Tem um "celinho" pra ti
no meu blog...

Ane Talita disse...

Relações humanas...Amorosas, então...Eita trocinho compicado...

beijo, bela!

Verônica Martinelli disse...

Seja qual for uma relação...sempre depois de algum tempo há a cobrança o desprendimento do outro torna-se uma ameaça.Umranstorno para quem não quer abalar umarelação.

beijos:P

Mila disse...

Duas coisas que todo mundo diz que lembra de mim quando vê: Listas e joaninhas.
rs
Essa música dele, eu acho que conheço a letra, mas nunca ouvi.
Vou ver se tem em um CD do meu pai aqui.

Critical Watcher disse...

Por que sempre que pedimos mais atenção acham que estamos cobrando?
Isso é a coisa mais chata de um relacionamento. Porra, se eu preciso de você é porque realmente eu te quero!

Dá vontade de dar um pontapé e dizer: Adeus! Quem não te quer agora sou eu...

Jôzinhaaa! Saudades de você...
;)

Morganna disse...

a atenção ou a falta dela merece um cuidado mais próximo. deixar de dá atenção magoa quem recebia e deixar de receber? ah! Nem se fala.

e tu acertou direitinho como foi o dia nublado aqui. tá vidente e tudo, agora. :D

obrigadinha por mais esses presentes. eu fico mucho feliz. mucho, mucho!

Un beso y una flor. ;**

Pushoverboy disse...

De uma tacada só você me da três selos é?? Chega perdi o fôlego quando entrei aqui e vi!! Muito obrigado minha linda, não tenho certeza se os mereço mais me esforçarei daqui pra frente pra fazer jus a honra de recebe-los logo de você viu!!

Quanto ao post, está ótimo com sempre... num relacionamento, seja ele amizade, casamento... é raro quando o amor e atenção que um devota ao outro são iguais. Alguns não conseguem aceitar o menos...

Bjos moça, e obrigado.

Juliana Caribé disse...

Adorei... Esse negocio da cobranca eh bem assim mesmo. A gente precisa, mas nem tudo mundo pode dar tudo o que a gente quer...

Proibida disse...

Estava faltando algo surreal pra variar na vida da "proibida", pena ter sido mera quimera. =P

Prazer ter seus comentários! ^^

Beijos

SAMANTHA ABREU disse...

Ah, eterna luta entre os sexos.
Ainda bem que nso rende poesia...
Ainda bem que nos rende textos assim.


Beijos, querida!

Luca disse...

Cobrar é tão ruim quanto ser cobrado!
Me senti corroída, agora...
:/
ehehhe

Beijooooooo