quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Despedida



- Eu não estou chorando por você.
- Por que estás chorando então?
- Pelo amor que te dei.
- Se eu pudesse devolvê-lo pra te ver melhor...
- É por isso que eu vou embora. Você só pensa em devolvê-lo, não em retribuir.
- Eu nunca enganei você.
- É verdade. Quem me enganou fui eu.

Bateu a porta e se foi para sempre com o coração entre os dedos, sangrando.
******

Ouvindo Luzes, Arnaldo Antunes.

15 comentários:

Juliana Caribé disse...

Lindo, as always. Mas, palpitando, se me permite, eu deixaria sem a última frase.
Não precisa explicar, menina, o que a gente sente no diálogo de cima...

Beijocas.

Johny Farias disse...

"Eu pensei que tinha o
mundo em minhas mãos.."

E tinha.

Beijo's

Mila disse...

"Amor com amor se paga."
Difícil é saber a medida que você recebeu e acertar na medida da retribuição.
Quase impossível é entrar em um acordo e amar o mesmo tanto.
Eu tento sempre amar o máximo que eu posso. Sem esperar nada em troca.
Mas, nem sempre consigo... rs
***
Tem meme pra vc na Caixa de Sapato.

Bj

Edu Guimarães disse...

Devolver amor? Que coisa horrível isso, parece uma obrigação, parece algo emprestado. Amor nunca é emprestado é sempre dado e não se espera devolução, mas compartilhamento. É isso que muitagente não sabe, compartilhar e assim dar o seu também.

Camila disse...

Quem nunca teve o coração sangrando nas mãos, que atire a primeira pedrinha. Lindo isso. E real.

Estou sempre aqui, de olhos bem atentos ao que escreves, mas hoje deu vontade de verbalizar. :)

Beijo, menina sumida!

Proibida disse...

Essas coisas são cruéis mesmo. Dependendo do caráter do não-correspondente, sofrem os dois. Disso eu entendo um pouco...

Beijo

FINA FLOR disse...

geralmente é assim que acontece, bela!

criamos nossos amores, inventamos.

beijos,

MM.

Ane Talita disse...

Aiai...essas despedidas...Doem mesmo...
beijo, querida!
Lindo texto!

Critical Watcher disse...

Relacionamentos!!
Que coisa mais confusa e mundial.
Todos sabem a dor que deveras sente.

Camila disse...

Eu quase pude ouvir os soluços e o som forte (como as suas palavras) do bater da porta.
Muito bom mesmo.

Morganna disse...

essa noite, essa noite vai ter sol.

Bel disse...

Triste... por que as pessoas acreditam em amor por retribuição, como se fosse obrigação? Essa troca é sempre difícil, uma loteria.

Faz um tempo que leio seu blog, mas só agora resolvi comentar, rsrs

bjs!

Cristal disse...

"Quem me enganou fui eu."
Haha, familiar isso, nao?

'foi com o coraçao entre os dedos'...
ae moça, faz como ninguem texto tao cheio de sentimento e vibraçao
hein... sempre arrasa
bjoss

Filipe Garcia disse...

q triste...
triste e belo!

beijo

F. S. Júnior disse...

estas horas são as mais crueis possiveis...