domingo, 1 de junho de 2008

Infrações não puníveis


- A solidão nunca me assustou, pelo contrário, sempre gostei de sua companhia. Mas o eco que tem feito no meu peito é algo que incomoda e me faz temer que isso seja perpétuo.
- Só se você quiser que seja assim.
- Não exatamente. Parece que alguma porta se fechou e o meu coração é mantido em cárcere privado.
- Chame a polícia então.
- Não há mandado de busca possível.
- E quem julga isso?
- A minha história de amores fracassados.
- Todos temos as nossas. O que não dá é pra desistir.
- Dá sim. Acredite.

16 comentários:

Camilinha disse...

eu já esqueci tantas vezes que nem me recordo...
uma delas foi essa aí:

"psiu!
cata aí tuas coisas e saia pelo mesmo
lugar que entraste.
tira as mãos da minha cintura,
os olhos da minha alma,
a cabeça do meu colo...
saia pelos meus poros,
pelos meus pólos.
saia de dentro,
dentre minhas linhas,
meus pensamentos.
abandona-me.
cata aí teus cacos
não os deixe pelo chão
sob meus pés descalços...
deixa-me.
cata aí tuas trouxas,
retalhos da tua colcha...
e não esqueça de devolver-me
as chaves,
apagar a luz
e fechar a porta." camila nas reticências...


beijos daqui...

Mila disse...

Quando eu estava me acostumando com a idéia de ser sozinha, estava sossegando e planejando meu futuro como solteira, longe dos amores fracassados... Surgiu um amor que está dando certo.
E cada vez mais eu acredito que o amor só vem quando paramos de procurar por ele.
Ou não. Vai saber?! rs

Bjs

Edu Guimarães disse...

"Socorro alguém me dê um coração, que esse já não bate nem apanha..."

Uma hora ele volta a bater. Mesmo quando achamos que ele congelou. Ele sempre nos prega peças.

Saudades de nossas conversas! Cade vc?

BeiJô!

Bel Gasparotto disse...

Desistir é tentador... mas uma hora o coração que estava em cárcere privado foge, sem avisar nem o próprio dono. Pega a gente de surpresa, sem mais nem por quê.

Bjs!

Adriano DiCarvalho disse...

Desistir seria muito fácil... O desafio de continuar de pé mesmo estando sem chão é muito mais instigante! Acredito que não existe nada neste mundo mais forte que o ser humano. Me refiro a resistência que temos, claro! E não a força do muque!

Mas concordo, dá sim pra desitir. O que não dá é pra aceitar ou entender que esta seja realmente uma opção...

Adoro aqui.

Bjão.

Edgar Sollers disse...

Outro dia, conversando com alguém, cheguei a esse paradigma: quem é mais forte: aquele que desiste? Ou aquele que nunca desiste?

Confesso que não sei ainda a resposta.

Anônimo disse...

Poema da madrudaga.

Que noites são essas que fico a ti acompanhar, solidão.
Penso em ti acariciando os meus
pensamentos.
E descubro que meu amor
por ti é em vão.
Apenas por um minuto acredito nisso.
Estais aqui, fiel companheira.
Fazendo eu acreditar que o amor
é como um grão.
Morre, nasce trigo.
Vive, morre pão.

Desistir é estagnar e vejo uma escritora completamente persistente naquilo que faz e escreve. Acredito que não seja diferente em outro setor.

Ass: Uma fã.

Ane Talita disse...

Ainda acredito que essas deistências sejam momentâneas e que mais dia menos dia, o coração acelera por alguém...Afinal, essa é a essência de toda a vida...

beijo, querida!

Anônimo disse...

se púdessemos levar à risca nosso fingimento. a vida seria mais simples, de fato. uma ora o vazio cobra, a alma chora, como nos sambas.

abraços, minha cara.

a) leitor.

Lannes disse...

Achei um texto que me descreve por completa.

Adoro teus textos.
Sempre.

Juliana disse...

Acredito.

Luca disse...

Eu não desisti, mas hoje prefiro a companhia da solidão. Às vezes, nem amores sucedidos nos fazem crescer tanto, qto uma boa companhia de si mesmo.

Mas, claro, q não se alargue o tempo da solidão, pq, como diriam os mais velhos, 'tudo q é demais, é sobra'.

Eu não quero sobrar em mim.

Bjoooooo

Will disse...

Heheheheh


seus diálogos são muito surreais e simples, dizem tanto de um jeito atemporal. Muito bom mesmo...


Adoro me "solidificar"
é a solidão pode ser dura e fria, mas muito concreta.

' arcano disse...

Eu acredito. E eu pensei que era a unica!
Voce escreve muito bem *-*

Érica disse...

A Solidão é inerente a gente, nunca conseguiremos nos livrar dela.Aprende-se a conviver com ela, mas não abandoná-la.Ela é carente demais pra permitir isso. Sinto a solidão ao meu lado, mesmo quando estou em meio a pessoas, porque ela vai muito mais além do que simplemente estar sozinha.

ótimos textos, bastante sinestesia.
Abç e parabêns.

Dan Ferreira disse...

Desapego
Eclosão
Sofrimento
Ideação
Solidão
Término
Ideologia
Razão

Eis que desistir traz mais a companhia da solidão. Ao menos uma companhia. Ótimo texto.