quinta-feira, 29 de maio de 2008

Vivendo e aprendendo a jogar

A sombra projetada pela luz nem sempre é fiel. Algumas vezes é uma versão melhorada. Esconde as imperfeições e omite os detalhes.

15 comentários:

Johny Farias disse...

Detalhes omitidos, verdades por vir...

;)

Anônimo disse...

hum... detalhes são de nossa musa da prosa poética mesmo?

=)

a) leitor.

Shelha disse...

as vezes sim.
Em outras pode apenas emoldurar valiosas obras que nem sempre são bem apreciadas.

*Belas fotos!

Sebastiao Moura disse...

Nunca é fiel, é?

Racional e matemático: a sombra é um das poucas - na verdade, a única que consigo imaginar - coisa de somente duas dimensões.

Adriano DiCarvalho disse...

E os detalhes serão sempre fundamentais, não!

Bom FDS.

Ane Talita disse...

Sem palavras...

=)

É Camila. disse...

E as cores? Omite-as, também.

disse...

Leitor, leitor... a curiosidade pode matar. ;)

Anônimo disse...

deste mal já morri faz tempo... me refiro aquele trecho de um rosto no alto da página. parece de alguém real, uma fotografia comum. é a senhorita?

a) leitor

disse...

Se isso satisfaz sua curiosidade... sou eu sim. Parte de mim, pelo menos.

Anônimo disse...

nao satisfaz a curiosidade, nao, moça. mas, pelo menos, aplaca parte dela. rsrs

abraços.

a) leitor

disse...

Ah, Leitor, não gostas de quebra-cabeças? Já tens a imagem dos pés tbm. É mto coisa, ora!

Anônimo disse...

não creio que a senhorita seja uma anã. ainda faltam muitas peças, portanto. rsrs

a) leitor

disse...

Por isso eu disse que era mta coisa. Não que era tudo. rs.

Will disse...

Elis