sábado, 21 de junho de 2008

Diálogos Memoráveis VIII*



"- Você me daria a honra de te levar para casa?
- Que engraçado, ia te fazer a mesma pergunta agora mesmo. Mas já ia te perguntar se você gostaria de me levar, já que você insiste em dizer que é sempre tão prática...
- Mas eu estou sendo prática.
- Eu pensei que você acharia mais prático sua amiga me levar, já que ela mora mais perto da minha casa.
- Não, você não está entendendo. Prático sou eu te levando... [sorrindo e olhando nos olhos dele]
- Aaaaa..."


* Escrito e vivenciado por Luiz Gustavo, do Marco Zero 22 (o link tá na lista de blogs recomendados, perdi o código pra colocar links, quem quiser me ajudar mandando o código, agradeço imensamente). Gustavo, obrigadíssima por me mandar o diálogo. :)

9 comentários:

luizg. disse...

foi um momento bem interessante na minha história recente...

ah! ando mais ocupado que qualquer coisa. mas to cheio de idéias e vontades para escrever lá no meu espaço.

obrigado por considerar o texto escrito parcamente como digno do seu espaço.

mais! você poderia te-lo modificado, não me importaria.

beijos!

Adriano DiCarvalho disse...

Sem dúvida alguma, um belo texto esse diálogo do Luíz, Jô! Aliás, parabéns a ele pela escrita e a você por não ser tão louca quanto ele e ter preservado o texto sem modificações...rs
Onde já se viu!rs

Bjão.

disse...

Concordo, Adriano, quem sou eu pra mexer nos textos alheios? :P

Will disse...

Muito bom esse diálogo do Luiz..

Ahhhh obrigado tbm pela recomendação, já li um livro do Italo Calvino (O visconde partido ao meio), muito bom por sinal. Vou acatar a sua recomendação. Até porque facilita nessa nossa busca por livros bons e outra pq vc disse que ter tudo a ver com que escrevi.

rssss


Seu blog é um dos que eu mais visito. Parabêns!!!

Ni ... disse...

Muito bom Maninha... saudade de ti... beijo e mais beijos...

Anônimo disse...

mais detalhes, senhorita.

um sorriso de outro ângulo, parte de um nariz, cachos, o colo e dedos, estranhamente, dependurados perto do rosto... hum.

bonita foto, moça.

abraços do leitor.

disse...

Monte as peças, querido leitor, uma hora se forma uma imagem... :)

F. S. Júnior disse...

de vez em quando é assim que a vida se desenrola...

Anônimo disse...

já faz uns bons anos que não brinco de quebra-cabeças. mas esse me parece valer a pena. continuo tentando, mas confesso que nunca fui bom nesse jogo. rsrsr

abraços, querida.

a) leitor.