sábado, 24 de maio de 2008

Detalhes

Não, não se trata de uma postagem sobre ou que faça qualquer referência a Roberto Carlos. Estive pensando outro dia como às vezes passamos insensivelmente despercebidos por imagens comuns e belas, como a correria nos estraga... resolvi então relembrar algumas cenas que registrei e que, agora, olhando, entendo o porquê do registro.


Sensação

Inspiração chuvosa





Metáfora



Sorridente



Morte flutuante





Rio-rua






Sob a ótica arruinada





O reflexo da beleza


Dos sonhos infantis

Conversa poética


Paredes verdes

Anoitecer entrefolhas

Infinito íngrime

Ao abrir a porta

17 comentários:

Adriana disse...

Bel�ssimas imagens...
O instante � sublime!!!!
beijinhos....

Morganna disse...

na maioria delas surge o céu. quase numa súplica de infinito.
detalhes des-percebidos.

ei Jô! Vem morar aqui tambééém!!! :*

Luca disse...

A gente se encanta por cada coisa, não?

Olhei a foto das cruzes e lembrei q, outro dia, passei diante de um cemitério e achei o lugar mais paradisíaco.

Foi um momento, que ainda permanece em mim. Mas um momento, flasheado pelos meus olhos. Pena que eu não estava c uma câmera nesse momento...ele me renderia alguma reflexão bondosa para com um lugar considerado tão mórbido....

Beijooooosssssssss

Camilinha disse...

Interessante que muitas fotos foram tiradas de dentro pra fora - na janela ou na porta - de uma visão bem peculiar, querendo sair ou apenas olhar? Outras são de caminhos e estradas. há sempre água e céu. São inegavelmente lindas.

Boa semana!


beijos daqui...

Mila disse...

Você consegue ser poética até nas imagens capturadas.
Lindas!
Comentei agora há pouco, lá no Sanctuarium, que quero fazer um curso de fotografia.
Esses dias eu estava andando e não resisti: tive que fotografar (discretamente, claro) um casal de velhinhos andando de mãos dadas.
Achei a cena tão linda...

Beijo

Mila disse...

Eu comentei, mas não sei se entrou.
Acho que falhou.
=/

Por garantia: eu havia dito que até nas imagens capturadas, você consegue ser poética.

Beijos

Lúcia disse...

Que lindas as fotos, Jô...!
Algumas me trouxeram sensações boas, me fizeram rir, me fizeram lembrar de momentos bons que eu vivi (não, não me refiro à música do Roberto! Hahah!), outras me trouxeram angústia...
Tenho meus momentos "fotógrafa" também, adoro registrar pequenas coisas que ninguém repara. Uma das minhas preferidas é bem lúdica: balões jogados num canto, no meio das flores... olha essa postagem depois:
http://cena7.blogspot.com/2006/11/eu-que-j-no-gostava-de-cores.html

E então me diz se não te entendo completamente nesta questão...!

Beijos, saudades daquelas nossas conversas viu!

Adriano DiCarvalho disse...

Oi Jô, belas imagens, me passaram coisas boas. Me fizeram bem. E não poderia ser o oposto, poderia?

Parabéns. Poético.

Bel Gasparotto disse...

Lindas imagens, Jô!

Gosto de ver fotos que tirei tempos atrás, elas sempre são carregadas de sentimento, né? Sempre nos dizem mais do que os outros podem ver. Acho que fotografo pra mim, e não pros outros...

Beijos!

Will disse...

Nossa...adorei esse post...e concordo com você...

Tiro fotos de ângulo, de multidões e vazios, afinal a poesia da vida está nos olhos curiosos de quem a vê!!!


Bjoss

Filipe Garcia disse...

Olá,

Os detalhes são importantes, eles mostram a verdadeira essência das coisas. Muito bonitas suas fotos, de um bom gosto espantoso!

Abraços.

Edgar Sollers disse...

Ou eu não passava por aqui há muito tempo, ou você está escrevendo melhor que nunca. Adorei as fotos.

*¢£@üD!NhA''' disse...

Que fotos incríveis e dinamicamente empáticas quanto a sua inspiração e a proporção significativa (pelo menos à mim); a das paredes verdes é incrível, me deu até vontade de roubar-lhe para fazer-me, hehehe.

Bom voltar aqui.

beijo!

Cabraforte disse...

Jô juro pra vc que não tinha lido osue ate então!!!


Post irmãode Titulo!!

Postei hj um tbm chamado "Detelhes"


gostei da fotos e da ordem, um poema!!


bj


voltei

Edu Guimarães disse...

Faz tempo que não te visito, desculpe... e hoje cheguei e vi isso. Que lindo hein!?!

BeiJô!

Juliana disse...

Belas fotos...
mais um talento seu descoberto
=]

beijo, Jô

Camila disse...

Belíssimo olhar sobre coisas simples (as mais belas, diga-se de passagem). Super sumida sim, confesso. Com saudade daqui.

Um beijo, moça!