sexta-feira, 24 de abril de 2015



Estava nostálgica. Não saudosa, apenas nostálgica. Gostava deste sentimento. Porque só o que era bom voltava à memória. Não lembrava das brigas homéricas por tudo e por nada. Da tentativa de controlar sua roupa, a direção do seu olhar e até seu pensamento. Quando ficava nostálgica recordava os primeiros meses. Os melhores. Ele ainda se esforçava em disfarçar seu ciúme e quando deixava escapar, ela achava até charmoso. O charme desapareceu na primeira ameaça. Ele a censurava em tudo. E ela que sempre fora tão dona de si, parecia uma criança obedecendo a seu pai cegamente. Por sorte, a cegueira só dura até o último suspiro do amor. A voz, os ataques de ciúme, o tom autoritário, tudo nele a exasperava. Até que com o dedo em riste, ela disse enfim:

- Não quero mais você e não venha atrás de mim.

Ainda ouviu ele dizer:

- Eu vou te matar.

Olhou sorrindo sarcasticamente sobre o ombro e respondeu:

- Se eu não te matar primeiro.

O amor é mesmo um sentimento volúvel, pensou, agora, admirando o corpo dele caído na sala do seu apartamento, encharcando de sangue o carpete. Acendeu um cigarro.

5 comentários:

Camila disse...

Gostei. Envolvente e preciso. :)

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga Jô

Interessante como o amor
muda de estação em nossa vida...
Por isso Quintana dizia
que preferia ser a
inspiração de muitas mulheres,
do que a decepção
de uma...

___________________________________


Gostaria de convidá-la a visitar o meu outro blog
www.semvoceeunaoseria.blogspot.com.br

Nele estou publicando textos inspirados em músicas.
Projeto de um livro para acordar sentimentos.

Se puder, escute a música, leia o poema
e deixe sua valiosa opinião.
Amigos sabem ler nossas entrelinhas,
e muitas vezes nos veem melhor do que
realmente somos.

Aluísio Cavalcante Jr.

S. disse...

Sempre surpreendente.
Excelente.

Jaime Portela disse...

Um magnífico texto.
Como sempre...
Jô, tenha uma boa soa semana.
Saudações poéticas.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Perdoe-me a ausência.
Final de ano, para quem ensina
o tempo fica curto,
mas estamos sempre visitando
espaços preciosos que nos fazem tão bem.

Gostaria de convidá-la a visitar o meu blog
www.sonhosdeumprofessor.blogspot.com
onde postei uma entrevista que fiz recentemente
e que está sendo vinculada na mídia de Fortaleza.

É também uma forma de entender a forma
que penso a Educação que acredito
e a qual dedico a minha vida.

Um imenso abraço.

Aluísio Cavalcante Jr.