quinta-feira, 31 de março de 2011

Burocracia mode on



Há fases em que percebemos de maneira mais evidente as mudanças que sofremos. A última de que me dei conta é que perdi completamente o romantismo profissional. Hoje em dia, parei de pensar em buscar uma profissão que me satisfaça e passei a notar que o que nos satisfaz depois dos 25 anos é ter dinheiro. Até então não entendia um amigo que desde a universidade dizia que o que ele queria era ganhar bem e ficar atrás de uma mesa com papéis e carimbos. E acho que é bem por aí mesmo. Ganhando bem, posso fazer os cursos de cinema, fotografia, canto, pintura etc. que sempre quis fazer e não tinha tempo e/ou dinheiro, além das viagens que sempre sonhei. Um emprego que proporcione tudo isso, fatalmente causará satisfação. Não sei se devo chamar tal constatação de amadurecimento ou de desencanto, mas sei que é atrás disso que estou agora.

9 comentários:

Um brasileiro disse...

ola. tudo blz? estive por aqui. muito interessante o texto. mas temos que fazer o que gostamos e ai unir o util ao agradavel. apareça por la. abraços.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Ola,Jô!

Infelizmente sem dinheiro não se faz nada nem se vai a lugar algum.

Está certa: que venham os papéis e os carimbos e o rico dinheirinho no final do mês e aí sairemos para viver como desejarmos...

Mas sabe,às vezes fico pensando :_ O que é dinheiro ?Compra tudo e nada é...

Um beijo e saudades!

Sonia Regina

Telma Monteiro disse...

Bem vinda ao clube! Ah, a força da realidade... Só não deixe de espalhar suas palavras por aqui.
(Re)bem vinda!
Bjs

Camila disse...

O homem dignifica o trabalho, sempre assim achei. Sorte do homem que trabalha com o que gosta. Sorte do trabalho que é feito com amor e dedicação.
Trabalho não é fim - é meio!

boa sorte em sua busca!

beijos daqui...

Romanus, órum disse...

Cazuza já dizia: "somos iguais em desgraça, vamos cantar o Blues da piedade..."

isabelsantana2011@hotmail.com disse...

Muito bom o seu blog,amei.
Deixo o blog Belas Artes Médicas.

Telma Monteiro disse...

Jô, Jô, por onde andas???
Tuas palavras fazem falta...
Abrç

Emoções disse...

Se você pensa que é um derrotado,
você será derrotado.
Se não pensar “quero a qualquer custo!”
Não conseguirá nada.
Mesmo que você queira vencer,
mas pensa que não vai conseguir,
a vitória não sorrirá para você.

Se você fizer as coisas pela metade,
você será fracassado.
Nós descobrimos neste mundo
que o sucesso começa pela intenção da gente
e tudo se determina pelo nosso espírito.

Se você pensa que é um malogrado,
você se torna como tal.
Se almeja atingir uma posição mais elevada,
deve, antes de obter a vitória,
dotar-se da convicção de que
conseguirá infalivelmente.

A luta pela vida nem sempre é vantajosa
aos fortes nem aos espertos.
Mais cedo ou mais tarde, quem cativa a vitória
é aquele que crê plenamente
Eu conseguirei!

Sidiana Ferreira de Macêdo. disse...

Olá, é a mais pua verdade!
Também quero dinheiro, pois sem ele tudo fica mais difícil!Também já tive esse romantismo profissional!