quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Desfaleceu.
No leito de morte, lembrou o que sua mãe dissera:

- Ninguém morre de amor, filha!

Que mentira deslavada. Morreu. De amor. Com um sorriso nos lábios e o coração na mão.

7 comentários:

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

JÔ!

Lindo e doído!!!Muito lindo!!!

...de amor se morre sim,desiste-se da vida,dos prazeres e se anda,de verdade,com o coração na mão!!!

Um beijo carinhoso!

Sonia Regina.

Com ou Sem conclusões disse...

Mas é claro q se morre! E é melhor do q qualquer coisa! beijo

Érica disse...

Uma mentira enorme. Mata sim, nada pode matar tão bem.
Beijoooos

Bárbara (B.) disse...

Morreu de amor, com um sorriso nos lábios.

Morreu... feliz?

Não quero mais pensar nessas coisas. Aliás, não quero mais pensar em nada.

Ah, plágio é foda, né?

Cheiro.

Bárbara (B.) disse...

Ah, e sim, Jô, o número de plágios duplicaram!

carlus disse...

é
de amor e por amor
se morre sim


lindo!

Luca disse...

Minha avó, de 51 anos, morreu de amor, depois de um mês sem comer e beber.

=S

Amor mata!