terça-feira, 4 de novembro de 2014


- Quantos anos você tem?
- Muitos.
- Há quanto tempo você toma calmantes?
- Sempre.
- Quantos amores você já viveu?
- Todos.
- E horrores?
- Idem.
- Você consegue dizer mais que uma palavra?
- Não.
- Quer me dizer alguma coisa?
- Morra.
- Tem amigos?
- Nenhum.
- O que veio fazer aqui?
- Nada.
- Quer um café?
- Chega!

Retirou-se transtornada.

A psiquiatra, então, assinou o laudo médico autorizando-a a ser liberada. Diagnóstico: laconismo crônico agudo, nada demais diante das patologias da pós-modernidade, pensou. Receitou doses homeopáticas de arte impressionista e aulas de fotografia. Entregou a receita à secretária, na próxima crise ela deve voltar. .

5 comentários:

Mila disse...

Quero ir nessa psiquiatra!

Vieira Calado disse...

Olá, boa noite!

Esta é a minha primeira visita ao blog.

* Em relação ao texto: 3 palavra - Sinais Dos Tempos

Saudações poéticas!

S. disse...

De certo ela foi no lugar errado.rs

Gostei muito de passar por aqui.Fiquei com vontade de ler tudo...

Beijinho.

Antonio Batalha disse...

Jô obrigado por ter vindo,você ainda se lembrou. Espero que a senhora ali de cima não tenha tido outra crise, só se for de fotografias.Volte sempre pode ser daqui por...rsrsrs. Tudo bom. Peregrino E Servo.

Alice disse...

Obrigada, Jô. Foi tirada quase sem propósito...